PT Zonal Oeste e o Conselho Comunitário do Guarapes convidam para debater a cidade

convite guarapes

GT Natal 2016

20150702105757

Convite GT Natal 2016: Roda de Conversa Juventude e Cidade

 

A juventude petista de Natal tem encontro marcado próximo sábado, às 14h30, no Hotel Monza, para debater a cidade que queremos para as juventudes.

Queremos continuar vivendo numa cidade maquiada para turistas mas que nem os turistas acolhe bem? Quais políticas públicas têm sido dirigidas às juventudes das periferias? A que tipo de emprego as juventudes têm acesso em nossa cidade?

Em nossa roda de conversa vamos debater a Natal dos nossos sonhos, para que juntas e juntos possamos organizar os nossos sonhos e lutar para transformá-los em realidade.

Presença confirmada do deputado estadual Fernando Mineiro (PT).

 

20150701133622

Natal diz não a Redução da Maioridade Penal

Ontem (30), a capital potiguar juntou-se às cidades brasileiras que protestaram contra a  redução da maioridade penal.

A Frente Potiguar Contra a Redução da Maioridade Penal organizou  o ato e a passeata no Centro de Natal, que contou com a participação de estudantes, movimentos populares e partidos políticos.

Apesar de rejeitada na Câmara dos Deputados na madrugada desta quarta-feira (1º), a proposta da redução da maioridade penal, em casos de crimes graves, a luta ainda persiste pois corre-se o risco de ser votada novamente na Casa.

Segundo deputados petistas, esta é mais uma manobra da oposição que desrespeita o regimento interno e Constituição.

Foto: Vlademir Alexandre

Ato contra redução da maioridade penal

maioridade-penal-Elson-Souto

Reduzir a maioridade penal não reduz a violência, apenas aprofunda o processo de criminalização da juventude pobre e negra, que tem seus direitos negados todos os dias.

Por isso ocuparemos as ruas de todo o Brasil nesta terça-feira (30/06), por mais educação e menos prisão, por mais políticas públicas de juventude e menos violência, por mais direitos e menos injustiça.

Confirme presença no ato da Frente Potiguar contra a Redução,  a ser realizado em Natal/RN, a partir de 14h, na Praça dos Três Poderes (em frente à Assembleia Legislativa).

Segue link do evento criado no Facebook: https://www.facebook.com/events/386860188191758/

Conheça a nova resolução da Executiva Nacional do PT

Sem título

A Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores definiu, durante reunião nesta quinta-feira (25), a nova resolução política da legenda, após uma análise da conjuntura recente do País.

No documento, o PT critica a tentativa da oposição e da mídia em criminalizar a legenda e atingir a popularidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, volta a se posicionar contra a redução da maioridade penal, contra a reforma política em curso na Câmara dos Deputados e a favor do combate à corrupção.

“O PT, que sempre esteve na linha de frente do combate à corrupção, é favorável à apuração de qualquer crime envolvendo apropriação privada de recursos públicos e eventuais malfeitos em governos, empresas públicas ou privadas, bem como a punição de corruptos e corruptores”, diz o texto.

Além disso, no documento, o PT repele a negativa da revogação da prisão preventiva do ex-secretário de Finanças, João Vaccari Neto, e também sai em defesa da Petrobras e do pré-sal.

“Mais que nunca, é preciso deixar claro para a sociedade, sobretudo para os trabalhadores, os movimentos sociais organizados e os milhares de micros, pequenos e médios empreendedores, que nosso compromisso é priorizar a retomada do crescimento econômico de forma sustentável, com distribuição de renda, geração de empregos e com a inflação controlada”, afirma a resolução.

Durante a reunião, também foi aprovada a criação de cinco grupos de trabalho para mobilizar, nacionalmente, o PT e fazer a defesa do governo e da legena.

“Por fim, reiteramos nossa disposição de apoiar a participação em todas as iniciativas voltadas para a constituição de uma ampla frente democrática e popular em defesa da democracia, da questão nacional, das reformas estruturais e dos direitos dos trabalhadores”, finaliza o documento.

Leia a Resolução Política na íntegra.

A reunião da Executiva Nacional também resultou em uma Resolução sobre Mudanças Climáticas. Leia o documento.

Roda de Conversa GT Natal 2016

20150625100344

Reedição do livro “Introdução à História do Rio Grande do Norte”

capa da 4a.ed.

A historiadora, professora aposentada da UFRN e militante petista, Denise Mattos Monteiro, acaba de lançar pela editora potiguar Flor de Sal, a 4º edição de seu livro  “Introdução à História do Rio Grande do Norte”.

No livro, que pode ser encontrado nas principais livrarias de Natal, Denise propõe uma abordagem interpretativa para o processo histórico ocorrido no Estado no período compreendido entre o século XVI e o final dos anos 30 do século XX. Além da indicação de bibliografia e fontes de pesquisa, a obra contém 48 ilustrações, pequenos trechos de documentos históricos e um quadro cronológico.

A autora já contribui com artigo para nossas redes. Confira  AQUI.

 

Convocatória Executiva Municipal

PT Natal (2)

Natal, 23 de junho de 2015.

 

 CONVOCATÓRIA

 A Comissão Executiva Municipal convoca todo (a)s os membros titulares e presidentes de zonais, para reunião ordinária da CEM dia 30/06/2015 (terça-feira), às 17h na sede do Diretório Municipal com a seguinte pauta:

  • Informes;
  • Informes sobre o 5º Congresso do PT;
  • Mobilização núcleos e zonais;
  • Grupo de trabalho;
  • Encaminhamentos

 

Juliano Siqueira – Presidente

Prefeitura abandona paradas de ônibus de Natal

 

Paradas-2

Não bastasse a longa demora, os ônibus sempre lotados e o stress do trânsito engarrafado, os usuários do transporte coletivo da capital ainda são obrigados a conviver com outro problema: o péssimo estado dos abrigos de passageiros. Quem usa o serviço diariamente conhece de perto essa realidade. As pessoas ficam expostas ao sol, à chuva e são obrigadas a esperar em pé, porque, além da cobertura, faltam bancos nas paradas. Em uma dia chuvoso como nesta terça-feira, 23, os passageiros precisam improvisar para, literalmente, não tomar banho.

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), Natal tem aproximadamente 1.600 abrigos de passageiros, espalhados por todos os bairros, nas quatro regiões administrativas da cidade. Esse número leva em conta também os lugares onde não existe a estrutura mínima adequada, mas somente placas, geralmente fixadas em postes, indicando que ali funciona um ponto de ônibus.

Em muitos locais, porém, as pessoas reclamam até da falta de sinalização. Os usuários afirmam que precisam adivinhar onde fica a parada mais próxima. Além disso, muitas vezes são obrigados a disputar o espaço com os carros que ficam estacionados nos pontos onde o coletivo deveria parar.

A Zona Norte da cidade é a mais atingida pela falta de estrutura das paradas de ônibus. Nas principais avenidas da região é comum ver os usuários à mercê do tempo enquanto esperam o transporte. Quando dão sorte, abrigam-se sob a marquise de alguma loja, ou se protegem sob a sombra de uma árvore.

Mas o descaso não se limita àquela região. Um exemplo dessa situação é a Avenida Bernardo Vieira, um dos principais corredores de circulação de Natal, reformada em 2008 na segunda gestão do atual prefeito Carlos Eduardo Alves. Já se vão sete anos sem que o município tenha feito nenhuma manutenção naquela importante via, excerto as recorrentes operações tapa-buracos.

O retrato da Avenida Bernardo Vieira é reproduzido em quase toda a capital: abrigos sem coberturas, sem bancos e sem iluminação noturna adequada. Em muitos locais, a ferrugem da estrutura, a poluição visual e o lixo acumulado nas paradas parecem compor o cenário de uma cidade desabitada.

Diante desse quadro, um contraste tem chamado a atenção da população da capital. A gestão municipal inaugurou, em fevereiro, duas estações de transferência de passageiros, uma no Bairro latino (Zona Sul) e outra em Igapó (Zona Norte). Cada uma custou R$ 1,2 milhão, segundo a Semob. Os equipamentos, além de confortáveis, têm internet grátis, ar-condicionado e segurança privada. O problema é que, até agora, o serviço tem beneficiado poucas pessoas.

Nos horários de pico, quando o fluxo é tradicionalmente maior, quem passa pelos dois locais constata que as estações costumam estar vazias. Os usuários reclamam, principalmente, do número reduzido de linhas que fazem a transferência. A maioria prefere continuar usando os cartões de integração, que permitem aos passageiros desembarcar e embarcar em outro ônibus em qualquer parada, sem pagar outra passagem, num intervalo de uma hora e meia.

Enquanto a Semob gastou milhões em duas estações de transferência que servem a poucas pessoas, os passageiros continuam esperando o transporte em paradas velhas, desconfortáveis e desprotegidas.

A Secretaria de Mobilidade Urbana planeja recuperar 1.200 paradas de ônibus na capital. Os recursos para executar o projeto são do governo federal – como, aliás, acontece com a maioria das obras realizadas pelo município. Até que o que está programado se torne realidade, os natalenses vão seguir com sua “via crucis” à espera do ônibus nosso de cada dia.

Para se ter uma ideia da demanda, diariamente, segundo informações do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros (Seturn), 400 mil pessoas usam o transporte coletivo em Natal. Não estão incluídos aí os moradores das cidades da Região Metropolitana. O número, com esse universo extra, passaria de 530 mil usuários/dia. É uma verdadeira multidão que tem tido seu direito a um serviço de transporte público de qualidade ignorado há décadas pelo poder público local.

Fotos: Vlademir Alexandre.

Fonte: Assessoria Fernando Mineiro

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 38 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: