O desembargador Amauri Moura deferiu o pedido do Procurador Geral de Justiça, Manoel Onofre Neto, para afastar a prefeita Micarla de Sousa do cargo. A decisão foi redigida ontem (30) a noite, mas só agora pela manhã foi comunicada, através de ofícios, ao presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Edivan Martins, e ao Procurador Geral.

Com a decisão do desembargador, assumirá a Prefeitura de Natal o vice-prefeito, Paulinho Freire. A posse dele deve ser oficializada pela Câmara Municipal. Na mesma decisão, o desembargador indeferiu o pedido de publicização do interior teor da ação movida pelo Procurador Geral. Com isso, fica mantido o segredo de Justiça sobre o caso. 

Sobre os secretários, o desembargador Amauri Moura não chegou a apreciar o afastamento dos auxiliares Jean Valério, da Secopa, e Bosco Afonso (Semurb), também solicitados pelo Ministério Público. Os motivos pelos quais não houve a apreciação não foram externados.
O Ministério Público solicitou o afastamento de Micarla de Sousa do cargo por suspeitas de que a chefe do Executivo tivesse envolvimento com fraudes investigadas na Operação Assepsia, na Secretaria Municipal de Saúde.
.
.
Anúncios