11010_548712998496593_2124035065_n

Durante evento que marcou os 10 anos do governo democrático e popular do PT, juntamente com os partidos aliados, realizado ontem em São Paulo (SP), a presidenta Dilma Rousseff classificou esse período da história brasileira como “a década da esperança”.

“É a década da esperança, do otimismo, da reconstrução nacional, da nossa autoestima e do despertar da força do nosso povo”, discursou.

O evento para marcar os 10 anos de governo petista foi realizado pelo Partido dos Trabalhadores, pela Fundação Perseu Abramo e pelo Instituto Lula. Dilma dividiu o placo com o ex-presidente Lula e a esposa dele, dona Marisa Letícia, o prefeito de São Paulo Fernando Haddad, o presidente nacional do PT Rui Falcão, o presidente da Fundação Perseu Abramo, Marcio Pochmann, além de presidentes de partidos aliados, governadores e prefeitos convidados.

Dilma discursou no encerramento do evento. A presidenta destacou alguns dos avanços sociais e econômicos conquistados nos oito anos do governo Lula e nos dois primeiros anos da gestão dela.

“Conquistamos a menor taxa de desemprego da história e 19 milhões de brasileiros conquistaram emprego com carteira assinada”, comemorou. Ela defendeu ainda a reforma política e o uso dos royalties do petróleo para a educação.

O ex-presidente Lula, em discurso inspirado, afirmou que “a palavra impossível é apenas para os fracos, para aqueles que não têm projeto”. Ele destacou que a comemoração de ontem é um importante momento não apenas para o PT, mas para a história dos partidos populares e para a história do país.

Numa resposta às críticas da oposição, Lula afirmou que o PT não teme comparações, inclusive no combate à corrupção.

“Nós aceitamos comparação, nós não temos medo da comparação. Inclusive a comparação no combate à corrupção (…). Eu duvido que tenha, na história do país, um governo que criou mais instrumentos e mais transparência para combater a corrupção do que o nosso”, enfatizou.

Confira a cobertura completa do evento no site do  PT Nacional /Com informações do PT Nacional e Instituto Lula

Anúncios