lulaemfortaleza

Fortaleza foi palco na noite da última quinta-feira (28) do primeiro dos seminários “O decênio que mudou o Brasil”. Focado no tema “Políticas de bem-estar, direitos humanos e o desafio da inclusão social”, o encontro em Fortaleza inaugurou uma série temática que vai passar por várias cidades brasileiras. Em Natal, o seminário está previsto para acontecer no próximo dia 16 de março (sábado), na Assembleia Legislativa.

O ex-presidente Lula foi o último a falar e defendeu que não há debate que não possa ser enfrentado pelo atual governo. Ele ressaltou que o Programa Luz para Todos já atingiu 14 milhões de famílias. Quando lançado, o IBGE dizia que eram apenas 2 milhões de pessoas sem luz. “Colocar luz na casa de uma pessoa é transferi-la do século 18 para o século 21 em 1 segundo”, ressalta.

Lula destacou ainda que o papel do Estado nesse processo de inclusão foi fundamental. “Eles [as empresas privadas] são muito eficientes quando o cliente pode pagar, mas quando o cliente é pobre quem tem que atender é o ineficiente Estado que eles quiseram destruir”. O ex-presidente fez questão de mostrar que essa melhoria da vida das pessoas resultou também em uma dinamização da economia, citando o grande aumento no consumo de eletrodomésticos por essas famílias.

Antes de Lula, o evento havia começado com a fala dos presidentes do PT e dos partidos aliados, seguiu com uma apresentação da ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello com comentários de Marcio Pochmann, presidente da Fundação Perseu Abramo.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, abriu o evento falando da importância de lembrar os avanços que o Brasil teve nos últimos dez anos e ressaltou que elas não são conquista só pelo PT, mas de todos os partidos aliados. Já a presidenta do PT do Ceará, Luizianne Lins, ressaltou que as mudanças ocorridas na últimas décadas foram muito rápidas, mas que ainda é preciso avançar. Ela ressaltou o nordeste vive a maior seca dos últimos 40 anos e “é preciso acreditar que é possível melhorar ainda mais a vida do trabalhador rural”.

O presidente do PSB Ceará e governador do Estado, Cid Gomes, começou seu discurso se referindo ao ex-presidente Lula como o maior e melhor presidente que esse país já teve. Ele ressaltou que em seus 14 anos de vida pública ocupando cargos ele sempre esteve ao lado do PT.

O encontro seguiu com uma apresentação do cordelista potiguar Crispiniano Neto, que apresentou o cordel ”10 anos de governo com o povo no poder”, feito especialmente para a ocasião.

Confira o discurso do ex-presidente Lula durante o  evento.

Com informações do Instituto Lula.

Anúncios