11401336_993490894018799_8693191642598356810_n

O prefeito Carlos Eduardo Alves, depois de vetar melhorias no sistema de transporte de Natal, previstas no projeto de licitação aprovado na Câmara Municipal, resolveu conceder novo aumento da tarifa de ônibus da capital. A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) confirmou o reajuste da passagem, que poderá chegar a R$ 2,90, conforme solicitado pelos empresários.

O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Natal (Seturn) justifica que a correção da tarifa é necessária em razão do aumento de preço dos combustíveis e do reajuste salarial dos rodoviários. A verdade, porém, é que os critérios para a definição da passagem continuam em segredo. A Prefeitura de Natal não mexe na caixa-preta do sistema nem dá transparência ao processo.

O deputado Fernando Mineiro (PT) disse que “os componentes que determinam o preço da passagem de ônibus são um grande mistério”. Para ele, apenas com transparência teremos controle público sobre a questão da tarifa. Enquanto isso não acontecer, Natal será refém do Seturn.

A última elevação da passagem na capital ocorreu em julho de 2014, quando passou de R$ 2,20 para R$ 2,35. A decisão de conceder o novo aumento contraria informação da própria Prefeitura de Natal, que no último mês de janeiro, em nota oficial, afirmou que “a tarifa do transporte público seguirá congelada até a licitação”.

Fotos: Vlademir Alexandre.

*Com informações da Tribuna do Norte.

Anúncios