O PT de Natal realizou um ato de filiação coletiva, no final da tarde de sábado (2), no plenarinho da Assembleia Legislativa, com a participação da militância e das principais lideranças da legenda no RN. No total, 203 pessoas ingressaram oficialmente na agremiação. O deputado estadual Fernando Mineiro saudou os novos petistas, afirmou que a chegada deles “motiva o partido” e disse ter convicção de que “iremos derrotar o golpe”.

Um dos novos filiados é o ex-vereador natalenses Olegário Passos, que, emocionado, disse estar “voltando para casa”. Ele relembrou o início da militância no PT, afirmou ter sido um dos “pioneiros neste partido” e se disse “honrado” por ter “carregado a estrela” da legenda.

“As diferenças políticas que nos separaram não romperam os laços de afetos que sempre nos uniram”, declarou, ao se dirigir à senadora Fátima Bezerra. Para Mineiro, Olegário disse que será “um soldado” da candidatura dele a prefeito de Natal.

Fátima e Mineiro ressaltaram a importância das novas filiações, mas destacaram também a alegria de ver antigos militantes retornarem ao partido, justamente no momento em que a legenda enfrenta uma campanha orquestrada para criminalizá-lo.

O jornalista esportivo Edmo Sinedino, ao explicar por que decidiu se filiar ao partido, emocionou a todos que participavam da plenária ao afirmar que estava entrando na legenda porque o PT “tirou mais de 30 milhões de pessoas da miséria e tirou nosso país do mapa mundial da fome”.

“Para os fascistas isso não é nada, mas para mim é muita coisa. Respeitem o meu partido, respeitem a militância do meu partido e respeitem Lula e Dilma”, declarou, sendo aplaudido de pé pelo público.

Ao falar no final da plenária, Mineiro fez uma avaliação da conjuntura nacional. Ele destacou que há uma polarização entre esquerda e direita no país, mas ponderou que a maior parte da população está indiferente a isso. “A novidade”, comentou, “é que há outros setores, além dos partidos, dos sindicatos e das organizações tradicionais, que estão se posicionando em defesa da democracia”.

“Quando a gente vê artistas, jovens, religiosos, intelectuais e movimentos de periferia, entre outros, irem às ruas em defesa da democracia, isso é de extrema importância para a história política do país”, avaliou.

“Estamos indo além das nossas fronteiras. Isso é o que me dá convicção de que vamos vencer essa parada”, completou.

Mineiro disse, ainda, que o dia 31 de março, quando 40 mil pessoas saíram às ruas de Natal, entrou para a história como uma data que marcou a “celebração da democracia”. “A diferença é que não fomos para a rua com ódio, mas com a esperança de continuar transformando o país”, concluiu.

Além de Mineiro e Fátima, a plenária contou com a presença dos presidentes dos Diretórios Municipal e Estadual, Juliano Siqueira e Eraldo Paiva, respectivamente, do vereador petista Hugo Manso e do vereador e pré-candidato do PCdoB à Prefeitura de Natal George Câmara.

Texto Alisson Almeida

Fotos: Vlademir Alexandre

 

Anúncios