manifestacao-democracia-lula-marques-661x351

 

Os principais jornais do país têm noticiado futuras medidas de um possível governo do vice-presidente Michel Temer e dando como certo que o Senado aceitará levar adiante o processo de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff.

Os brasileiros, no entanto, não podem desanimar, apesar do golpismo escancarado da grande mídia e da oposição. É essencial que todos sigam mobilizados e na luta pela democracia brasileira.

Se você quer ajudar a barrar o golpe, mas não sabe o que fazer, veja abaixo algumas iniciativas:

Convencer os senadores
Os senadores estão sob constante pressão da opinião pública, inclusive pessoalmente, mas principalmente nas redes sociais. É possível escrever uma mensagem para eles, pelo Facebook, por exemplo, ou comentar nos posts mais recentes da página. Eles podem ser convencidos a respeitar o resultado da eleição e o voto de 54 milhões de brasileiros. Para localizar os links, acesse www.naovaitergolpe.org.br


Todos para as ruas
Reforçar a mobilização nas ruas também é muito importante. Movimentos sociais, estudantes e trabalhadores estão permanentemente denunciando o golpe em atos e outras atividades. Procure se juntar a essas manifestações, engrossando o coro contra o impeachment e a favor da democracia.


Muita conversa
Conversar com amigos e familiares sobre esse momento que o país atravessa também é crucial. A narrativa da grande mídia é a que acaba predominando, por isso é preciso enfrentá-la diariamente. Não perca a oportunidade de esclarecer que a presidenta Dilma não cometeu crime e não é acusada de corrupção. Explique também que as pedaladas fiscais são meras manobras contábeis e que já foram praticadas por outros presidentes e diversos governadores.

Não desacredite e não desanime! Precisaremos unir nossas forças para combater os retrocessos. Como afirmou a presidenta Dilma, esse golpe é contra o trabalhador. Fique atento e vamos todos à luta!

Da Redação da Agência PT de Notícias

 

Anúncios