No Dia Nacional de Paralisação e Mobilização, o povo de Natal foi às ruas em defesa da democracia, contra o golpe e contra o retrocesso.

Pela manhã, o Sintro (Sindicato dos Transportes Rodoviários) realizou paralisações em Natal e região metropolitana. Os acessos ao Campus Central da UFRN foram bloqueados por partes dos estudantes que depois da liberação das vias, saíram em cortejo pelos setores da Universidade.

À tarde, a Frente Brasil Popular organizou uma marcha que teve concentração no cruzamento da Av. Bernardo Vieira com a Av.Salgado Filho e seguiu até a Praça Cívica da UFRN, onde ocorreu um Ato Cultural com Pedrinho Mendes, Antonio de Pádua e Família, Rosa de Pedra, Dandara e várias participações especiais.

Anúncios