O Festival Diretas Já está confirmado após peregrinações dos organizadores em busca de patrocínio e local para os shows. Será nesta sexta-feira, a partir das 20h, no Galpão 29, cedido pela cantora e empresária Karol Posadzki.

Portanto, o palco para a manifestação livre dos quase 20 artistas e bandas convidadas será a Rua Chile, na Ribeira, após primeira tentativa nos chãos da Universidade federal e consequente negativa prudente da reitora Ângela Paiva.

A ideia do Festival partiu do músico, compositor e intérprete Júlio Lima com a indignação do “governo ilegítimo”. Embora seja uma revolta mais duradoura, o estopim veio nos últimos dias depois da violência desenfreada contra manifestantes em Brasília.

Daí surgiu a ideia de convocar a classe artística para fazer um ato musical/político mostrando essa indignação e o desejo pela saída do presidente Michel Temer com eleições diretas em sequência.

Atenderam ao convite de Júlio os rappers Daniel Get Up, Preto Bronx e Carcará; as bandas Flamel, Born to Freedom, TP084, Pantim, Slim, a cantora e compositora Clara Pinheiro, o cantor e compositor Donizete Lima, Chico Bomba e Zé Baga, a banda Holandês Voador, Pretta, os regueiros do Resistência Roots e System Natal e Bob Marlom, Eric Mendes e Banda D’Fela, e o batuque do Pau e Lata e Folia de Rua.

O Festival terá o apoio do PCdoB, do DCE, do Sinasefe, da Adurn, da Frente Brasil Popular e, claro, do Galpão 29.

Serviço
Festival Diretas Já
Quando: Sexta-feira (2)
Hora: 20h
Local: Galpão 29 (Rua Chile, Ribeira)
Acesso livre
FOTO: Fábio Pinheiro

Fonte: Papo Cultura

Anúncios