No dia 7 de abril, o maior líder político do Brasil tornava-se preso político a partir de um processo fraudulento e de um julgamento parcial e totalmente político encabeçado pelo juiz Sérgio Moro. Desde então, Luiz Inácio Lula da Silva tornou-se um símbolo, uma ideia que ganhou as ruas do Brasil e do mundo entre aqueles que defendem a democracia, um país justo e que tenha o povo como prioridade.

Há cem dias Lula é preso político, situação denunciada por artistas, intelectuais, juristas, lideranças de todo o mundo e que é resumida em uma das maiores manifestações democráticas que o Brasil já presenciou: a Vigília Lula Livre, que desde o dia 8 de abril firma resistência na porta da sede da Polícia Federal. Ali, os motivos da prisão política de Lula são expostos diariamente: fez pelo povo, gerou 20 milhões de empregos, tirou o Brasil do Mapa da Fome e incluiu os pobres, pela primeira vez na história, no orçamento da União.

Conheça o site que reúne depoimentos de brasileir@s que não aceitam a prisão política e denunciam as ilegalidades do processo: https://bit.ly/2LpQjHM

 

Fonte: PT Senado

Anúncios